O mesmo ano, com um número a mais.

30 dez
Eu, particularmente, adoro o “ano novo” e todos os preparativos e expectativas criadas para este.

Morro de rir, é tudo engraçado, é tudo divertido, é tudo superstição, é todo mundo lindo, é todo mundo bem-vindo, é todo mundo umas estrelinhas que brilham, brilham, brilham, e o mais divertido… é todo ano a mesma coisa \O/.

Todo ano você faz (mesmo que pra você mesmo) promessas que você tem absoluta certeza que nunca vai conseguir, mas mesmo assim você faz, só pra ter um objetivo na vida e seu ano fazer sentido. Parar de fumar, beber, comer chocolate, emagrecer, entrar na academia, estudar de verdade, achar um namorado decente, um emprego na área, entrar na faculdade, se formar, fazer uma viagem incrível, comer churros na chuva, ou qualquer outra coisa que faça a vida valer a pena. Eu por exemplo desde os 12 anos me prometo ganhar o Nobel de Química ou Fisiologia… sem motivo algum, só pra.. ganhar mesmo, deve ser estiloso.


Outra coisa legal são os fogos de artifício, ninguém solta, mas sempre tem.. INCRÍVEL.. e eles têm uma função extraordinária, que é revelar aos expectadores terráqueos quando o relógio muda pra meia noite… sim, porque ninguém confia no relógio nessas horas, ou ligam na globo ou ficam no lado de fora da casa olhando pro céu a fim de verem os fogos que começam tímidos e gradualmente vão tomando força, até que em um estouro absoluto e desenfreado bilhões de estalinhos brilhosos tomam o céu no ápice do ritual “ano-novístico”… MAS nesse momento, NESSE MOMENTO.. todos se abraçam como se não houvessem mais braços pra se abraçar, na maior cara-de-pau e ignoram o céu todo pomposo cheio de gliter o qual tanto esperavam.

Ta aí outro momento louco do ano novo.

TODO MUNDO SE AMA, e isso é muito errado. O mundo não te ama o ano todo, e você não faz falta, então num único momento durante 365 dias, cada um destes constituídos de vários momentos, vem qualquer pessoa bêbada, te abraça, fala algumas coisas no seu ouvido que você não escuta por causa dos fogos, tasca um beijo de cevada na sua bochecha, e fim, finda o único momento de amor que você terá com essa pessoa alterada durante todo o ano, próximo…

COMIDA, não pode esquecer, todo mundo engorda no ano novo, a final todo mundo vai emagrecer durante o ano mesmo , e é sem frescura, sem tradição, só comida, isso que é o mais legal, quer dizer, no Natal tem especificidades na comida, na Páscoa come chocolate, no aniversário come salgados, doces e bolos, no carnaval come… … … bem, enfim, no ano no as pessoas comem isso TUDO JUNTO covomo se estivessem abastecendo suas respectivas panças pra hibernarem ou passarem o primeiro trimestre num abrigo subterrâneo se protegendo do furacão Katrina, Hilda, ou no caso do Brasil, o mais mortal de todos os furacões, o 2000.

Por fim, acaba o ano novo, sua vida volta ao normal, você esquece o que prometeu, completa mais um movimento de translação junto com a Terra e repete isso pelos próximos anos.

Uma resposta to “O mesmo ano, com um número a mais.”

  1. Lulis Paz 30/12/2011 às 18:00 #

    ah, eu na verdade nem curto mto essas festividades, mas admito que ''ano novo'' é sempre divertido.a gente promete tudo aquilo q n irá cumprir, e espera que algo aconteça milagrosamente p mudar nossa vida.teu blog é uma revista mesmo, adorei.www.luliskd.blogspot.comO post é meio grandinho, mas leia pra poder comentar por favor *-*Último do ano haha.Comenta aê vai. =]]]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: