Arquivo | maio, 2012

Arquiteturas Inusitadas: Resultados Magníficos

31 maio
Por: Kelly Feltrin
De: São Paulo
Email: kelly@revistafriday.com.br

Com o intenso processo de construções e desenvolvimento das cidades, algumas pessoas aproveitaram a oportunidade para inovar o design destes edifícios. Partindo disso, selecionei algumas invenções bem diferentes, confiram:


A Biblioteca Pública de Kansas City  (EUA) foi inaugurada no ano de 2004 e traz em sua fachada a imitação de 22 lombadas gigantes  de livros, representando títulos significativos de diversas áreas da literatura.










Localizada na província de An Hui na China, a Casa Piano ou Piano House abriga a sede da Universidade de Música. A autoria do projeto foi dos alunos de arquitetura da Universidade de Tecnologia Hefei.









Este inusitado Shopping Center está localizado em Birmingham na Inglaterra e recebe o nome de Bull Ring. Ele é um importante complexo comercial que recebe milhares de visitantes por ano. 












Por fim, o que vocês acham deste Jardim Botânico? Também localizado na Inglaterra, Cornuália, o Projeto Eden possui a maior estufa do globo e recebe, constantemente, sementes e mudas de todos os cantos do mundo. O complexo é assinado por  Tim Smit e Nicholas Grimshaw, vejam:







O que acharam dos resultados? Comentem!



Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

RANCORE

30 maio

“Comecei junto com o Teco e o Renan, outro amigo. A gente montou a banda pra passar o tempo, não foi um projeto sério na época, não foi muito pensado”. O Candinho me disse isso numa “mini entrevista” e eu já pensei numa coisa do tipo “quem diria”, né? Para mim é difícil falar profissionalmente de algo que tenho como inspiração. Acho eu que não haveria banda melhor para falarmos na nossa real estréia. Escolhi o Rancore por alguns motivos: pelo som, pelos fãs e pela humildade que os caras passam para quem os conhecem. Além, é claro, de gostar demais. Desculpem, mas não tem como eu não dizer isso!
O Gulão entrou na banda um tempo depois do lançamento do Liberta e me disse que na época em que entrou, a banda estava começando a criar uma base de fãs mais consistente e que isso foi aumentando com o tempo. Hoje, o Rancore tem um fã clube completamente fiel. Ao conhecer (e fazer parte), você vê que o negócio é sério mesmo, tanto que boa parte da galera marca essa fissura na pele! E nessa levada de fãs, percebe-se que não só eles como a própria banda procuram sempre manter uma relação de amizade uns com os outros. No final a vantagem de ser “brother” é dos dois: tanto dos fãs por se manterem sempre perto deles de uma maneira que não é chata e muito menos por conta de tietagem, como para o Rancore que quando precisa de algum fortalecimento, de positividade para os shows, são os fãs que estão lá, pulando, gritando e sempre fortalecendo. Gulão completou ainda: “Estamos sempre tentado fazer um som que agrade a nós mesmos, tentando tocar para o máximo de pessoas que conseguimos e corrigir o que percebemos de errado no dia-a-dia”. E quem acompanha sabe que é verdade. Sempre que algo dá errado no show, que alguma set list não tenha agradado, a galera fala sem medo e a mudança de um show para o outro é perceptível, mas claro, sem perder a verdadeira essência do Rancore.
         Para vocês terem ideia de como o som deles consegue mexer com as pessoas, o Ale me contou como ele entrou na banda. Disse que foi de uma forma um tanto quanto forçada no meio de um churrasco. Então, começaram a insistir para que ele ajudasse na gravação do “Yoga” e ele acabou aceitando. “No meio das gravações do ‘Yoga’, algo no Rancore me fisgou de jeito, senti uma energia forte, uma vibe totalmente sincera e voltada para a música. Em pouco tempo o Rancore se tornou o foco principal da minha vida, e é assim até hoje” – disse o baterista. Quem conhece pode concordar que a energia não vem só da parte deles, mas sim dos amigos, principalmente na hora de turnês e gravações.
Apesar da aparição da gravadora, eles ainda contam com uma grande ajuda das amizades. “Sobre a gravadora, foi uma força a mais pra a gente, mais pessoas trabalhando em prol da banda e isso com certeza ajuda bastante. Mas ainda tem uma grande parte das coisas que fazemos por nós mesmos, nós cinco e nosso produtor Fernando Menechelli”, ressaltou Gulão. Há pouco mais de uma semana, rolou a gravação do clipe “SAMBA”, no Carioca Club. A 8K acompanhou desde a expectativa da banda, a reunião, até o dia da gravação. Querendo ou não, vivemos isso junto com os caras. A conclusão de tudo é que é simplesmente incrível ver a quantidade de amigos que se mostram presentes em cada momento! Desde pensar no clipe, na posição das câmeras, na iluminação… Tudo! E durante a gravação, era possível ver cada produtor curtindo o show como se não fosse um trabalho, mas sim uma coisa que estava sendo feita por hobbie. É sem igual ver como a galera está disposta mesmo. Mas o melhor será o resultado, com certeza (aguardem, rs).
Bom, no meio de tanta história, dá pra ver que eles realmente evoluíram e sem perder a essência que o Rancore sempre levou consigo. “A gente sempre fez quase tudo do mesmo jeito, todo mundo fazendo as músicas juntos na hora do ensaio, e depois o Teco, às vezes com ajuda de uns parceiros, fazendo as letras. A proposta foi sempre a mesma: tentar fazer um som que nos agradasse e que tivesse personalidade. O que mudou foram os integrantes. Do começo da banda só tem eu e o Teco” – disse o Candinho. Hoje se vê clipes deles na MTV concorrendo ao TOP 10, no VMB… Os shows são mais requisitados, o crescimento foi muito grande. E ainda assim, a raiz é a mesma. A banda não é moda, não é passageira. Quem gosta, sempre vai gostar, na mídia ou não.
A banda evoluiu e dá gosto e orgulho ver esse crescimento. “Quanto a nossa evolução, ficamos todos muito felizes de ver a banda sempre crescendo. A gente nunca foi uma banda fissurada por fama e sucesso, sempre colocamos o lado musical em primeiro plano e tudo o que está acontecendo, acredito que seja resultado disso” – esclareceu Ale. Lembra quando eu falei de humildade no comecinho do texto? Era isso!
E o Rancore é isso. No fundo a visão é a mesma dos fãs e da banda. O som que agradam eles, nos agradam também. O show que eles sentem prazer em fazer, nós sentimos prazer em estar presente. A música que eles fazem, faz com que a gente pare pra ouvir não só curta, mas reflita também.
Escrevi, escrevi, escrevi e com certeza ainda tem gente aí que não conhece. Para quem quiser ouvir:

E é isso aí! Curtam todo esse jeito livre de ser e vejam que nada que eu disse é mentira. Acho que estreamos da maneira que eu queria. Juro, foi difícil escrever sem tentar levar pro meu lado pessoal, mas acho que consegui um pouquinho, rs. Espero que gostem e até semana que vem!

Por: Mayara Munhós

De: São Bernardo do Campo



Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

iFriday – Come back baby please cause we belong together

30 maio
Por: Renan Amorim
De: Diadema-SP
Email: renan@revistafriday.com.br
 


Eae pessoal, tudo bem com vocês?! Como Maio é o mês das noivas, a nossa lista dessa semana será com videoclipes sobre noivas, casamentos e coisas desse tipo.

Para dar início a lista, vamos começar com a cantora norte-americana Katy Perry no clipe de “Hot n cold”. Ela faz o papel de uma noiva que persegue seu marido por toda a cidade.
Seguindo com a nossa lista, temos Madonna perseguindo um leão pela cidade de Veneza no clipe de “Like a virgin”.
De rainha para princesinha do pop. Vamos mostrar agora o clipe de “Hold it against me”, onde Britney Spears cai como um meteoro do espaço.
Linda como sempre, Beyoncé esbanja toda sua beleza se preparando para o casamento no clipe de “Best thing I never had”.
Vencedora do American Idol de 2002, Kelly Clarkson aparece aqui na nossa lista como uma noiva fugitiva no seu vídeo de “Behind these hazel eyes”.
Mariah Carey se prepara para se casar com um homem por quem ela não é apaixonada, mas no final do vídeo de “We belong together” ela foge com seu verdadeiro amor.
Desde que surgiu, o Paramore vem recebendo muitas indicações pelo seu trabalho e até já participou da trilha sonora da saga Crepúsculo. Aqui embaixo vocês podem ver um pouco do trabalho deles com o clipe de “The only exception”.
Com um casamento sendo celebrado em um circo estranho, a banda Panic! At the disco faz sua performance no clipe de “I write sins not tragedies”.
Para dar espaço às bandas que fizeram sucesso no passado, agora nós teremos o clipe de “Simple kind of life”, da banda No Doubt.
E para finalizar a nossa lista, temos o Guns N’ Roses com o longo clipe de “November Rain”. 

Gostou dessa lista?! Se você quiser ver a sua por aqui também manda um e-mail pra mim

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

LEGENDDDA: A triste história de um filme que não queria ser 3D

26 maio
Por:Lucas Vinícius
De: Osasco
Email: lucas@revistafriday.com.br

:- A vida é em 3D!
Foi oque me disse um arte educador do Tomie Otake aqui em SP.
Não, meu caro, a vida não é em 3D, se fosse, eu estaria em coma.
Olá você, cidadão de bem, adepto ao cinema clássico com os D’s necessários para assistir um bom filme, e só.
Eu nunca fui dos maiores fãs de super-heróis, curto uma coisa mais pé no chão, realista e com probabilidades concretas de acontecer, algo como um vírus zumbi, a reestruturação celular avançada de um dinossauro ou o metamorfismo de seres alienígenas com propósitos dominadores.
 Porém, como qualquer ser humano consumidor de propaganda, fui instigado a querer MUITO assistir os “AVENGERS” (tambores rufando, por favor).
Na primeira tentativa, fui com uns amigos em DOIS shoppings, que não haviam mais lugares disponíveis em sessão alguma, pois aparentemente, todos os seres humanos queriam MUITO assistir os AVENGERS (pede de novo, pro macaco alojado na sua cabeça, rufar).
Numa outra ocasião, numa segunda tentativa, pouco menos frustrada, havia ainda alguns lugares livres na última sessão (ok), da sala legendada (ok)…
 com tecnologia 3D (não, não está mais ok).
Tirando Rei Leão 3D, que as girafas ficavam “tudo” no seu colo, e você se jogava ao chão quando os Gnus saíam da tela correndo em sua direção e talz, filmes em 3D têm um propósito que eu ainda não saquei qual é.
Quer dizer, é legal na primeira vez…
porque é inédito na primeira vez.. e você sai da sala de cinema meio que: UAU, foi a primeira vez.
Mas o Cinema em 3D é só mais um subproduto que é legal apenas, e tão somente APENAS, na primeira vez…
 Assim como vitamina de abacate;
Primeiro dia de aula;
Caldo de cana com mel;
Tirar o Rg;
Dormir depois da meia noite;
Encontrar o primeiro pêlo no suvaco;
Andar de trem;
Sexo;
Andar de teleférico;
Passar trote no orelhão;
E salvar Mario World.
Bom, eu pelo menos, em todas essas coisas, só me diverti na primeira vez. (brincadeira.. eu curto vitamina de abacate ainda)
Mas os problemas não acabam aí, quem foi o gênio que inventou de deixar a LEGENDA DO FILME EM 3D?
Não bastasse tudo conspirando contra, os caras colocam a LEGENDA EM 3D!!!
Pra que?
Eu nem posso colocar óculos de grau, pq   já estou de óculos colorido.
Fico sem saber se a legenda estava em 3D, ou se o filme todo estava em 3D menos a legenda, ou se a legenda e o filme estavam em 3D, ou se na falta de um óculos eu não enxerguei a legenda em 3D, ou se na falta de um filme de óculos com legenda 3D eu não enxerguei a questão (?)… Mas no fim, não entendi nada do que se passava na história… Quer dizer, mal falo “brasileiro”, o filme era em inglês, não enxergava a legenda embaçada… a meu favor, a criatividade. Comecei a inventar a história de acordo com as imagens, por muito tempo ficou sem nexo, eu admito, demorei pra desassociar o Iron Man com a empregada dos Jacksons.
No final, a história ficou assim: Um moço se veste de robô e decidi ir pra Massachusetts com seus amigos heróis, então eles embarcam numa nave, pq a Varig faliu. No caminho, uns possuídos da classe econômica invadem a executiva, pois lá servia Doritos. Então o Hulk destruiu a nave pq não curtia Doritos, dai chegou um minhocão do céu e disse: Massachusetts tá um caos. Dai o Thor pegou sua marretinha e disse: VSF to de férias, dai geral destruiu a cidade, e abriu um portal no céu de robôs vestidos pra irem na Marcha dasVadias. Dai todos ficaram muito felizes, esqueceram de Massachusetts e foram pra Acapulco.
                                                    foi assim pra mim, o filme todo.
Ps: Não inventem uma bíblia de salmos e provérbios em 3D… ou inventem, sei lá.
             COLOQUEM SEUS ÓCULOS – e aproveitem um macaco que rufa tambores em 3d
TheFim.



Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

FanSérie – Glee: Resumo 3×22 – Goodbye

26 maio
Por: Renan Amorim
De: Diadema-SP
Email: renan@revistafriday.com.br



RESUMO:

Eae galera?! Olha eu aqui mais uma vez para falar sobre o que rolou em Glee. Essa semana foi ao ar a Season Finale, o episódio 3×22 – Goodbye, que marca o fim do ciclo escolar de alguns membros do New Directions. O episódio começa com os cinco membros originais (Rachel, Mercedes, Kurt, Artie e Tina) cantando “Sit down you’re rocking the boat”, que foi a primeira música ensaiada por eles no início do New Directions. No clima de despedidas, Will propõe aos alunos canções de adeus.


Relembrando o momento que descobriu a homossexualidade do seu filho, Burt dança “Single ladies” com Brittany e Tina para homenageá-lo. Will conta para Finn sobre ter colocado drogas em seu armário no primeiro ano para que o jovem entrasse no New Directions. E aos poucos, os formandos vão tendo seus futuros definidos: Mercedes consegue contrato com uma gravadora; Mike é aprovado em uma renomada faculdade de dança; Quinn se prepara para começar na Yale; Santana recebe dinheiro de sua mãe (Glória Stefan) para realizar seus sonhos; Puck consegue se graduar; Finn e Kurt acabam sendo reprovados na faculdade, mas Rachel consegue sua vaga na NYADA.



Finn então decide terminar com Rachel para que ela possa viver seus sonhos enquanto ele se dedica às Forças Armadas Americanas. O episódio termina com Rachel se despedindo de seus amigos e desembarcando em Nova York.



SPOILERS
Já está confirmado que haverá a quarta temporada de Glee e algumas notícias que não sabemos ao certo se são válidas ou não já vazaram na mídia:



– Os personagens de Rachel, Finn, Mercedes, Kurt, Quinn, Santana, Puck e Mike ainda vão aparecer na próxima temporada, mas não em todos os episódios.
– Ainda não temos previsão sobre o casamento de Will e Emma.
– Will e Sue ganharão novos inimigos.
– Kate Hudson e Sarah Jessica Parker podem fazer uma aparição na série.

Bom, enquanto Glee entra em férias, teremos nos próximos meses a apresentação do “The Glee Project 2” para escolher uma nova estrela para série. Então fiquem ligados aqui no FanSérie para saber o que vai rolar nesse novo reallty da Fox. Enquanto isso vejam o primeiro vídeo gravado pelos novos participantes.



Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

RESENHA: Os Homens Preferem as Loiras

25 maio
Por: Natália Farkatt
De: Natal
Email: natalia@revistafriday.com.br


Nunca se ouviu tanto falar em Marilyn Monroe como em 2012. O filme sobre a sua estadia em Londres durante as filmagens de “The Prince and the Showgirl”, o seriado da Smash (O qual conta a história da formação de um novo musical da Broadway sobre a vida da estrela) e ela ainda estampa o banner de comemoração dos 65 anos do Festival de Cannes.



Como nunca havia assistido nenhum filme com ela, resolvi começar por um dos mais famosos “Os Homens Preferem as Loiras”, uma comédia bobinha, especialidade da Marilyn.



O filme conta a história de Lorelei Lee (Monroe) e Dorothy Shaw (Jane Russell), duas dançarinas americanas que embarcam em um cruzeiro a Paris, a pedido (e custos) do noivo milionário noivo de Lorelei. Como o pai do noivo não aprova o casamento, manda um detetive segui-las para conseguir provar a infidelidade da futura nora.
Enquanto Lorelei é a típica espertinha que se faz passar por loira burra e tem como interesse conhecer e casar com alguém rico, Dorothy possui a tendência de se apaixonar pelos rapazes considerados vagabundos. (Aliás, Dorothy foi a personagem que mais gostei neste filme, por ser desenrolada e pelo mal gosto pra homens, também. Sabe como é, a gente se identifica!)



Eu, particularmente, nunca tinha me divertido tanto assistindo um filme antigo (nem mesmo “Bonequinha de Luxo”, que é considerado uma ~comédia romântica~). O longa é recheado de cenas cômicas e ainda possui uma ótima trilha sonora, com músicas como “A Lillte Girl from Little Rock”, “Bye Bye Baby” e a famosa “Diamonds are a Girl’s Best Friend”, a qual foi reproduzida por várias cantoras modernas, tais como Madonna, Geri Halliwell e, claro, Nicole Kidman em “Moulin Rouge”.



Como já diz meu tio, “Os Homens Preferem as Loiras” é o típico filme para “não pensar”, só pegar um baldinho de pipoca, ligar o play e esquecer do mundo.



Boa sessão, então!


Elenco: Jane Russell, Marilyn Monroe, Charles Coburn, Elliott Reid, Tommy Noonan, George Winslow, Marcel Dalio, Taylor Holmes, Norma Varden, Howard Wendell
Diretor: Howard Hawks
Gênero: Musical
Duração: 91 min
Distribuidora: Fox




Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

Parceria nova, bandas novas! Sejamos bem-vindos!

23 maio
Por: Mayara Munhós e Renan Pagliarusi – 8K Produções
De: São Bernardo do Campo, SP
Email: 8kproducoes@gmail.com

Olá! Somos da 8K Produções.
 
Aqui na Friday faremos uma coluna semanal sobre bandas novas e também do circuito underground.

 
Não podemos ficar por isso né? Nossa história é a seguinte: a 8K é constituída de 11 membros, estudantes de Rádio, TV e Internet da Universidade Metodista de São Paulo. Estamos juntos há quase um ano! Nesse semestre estamos fazendo um trabalho sobre produção de videoclipes. Não imaginávamos que esse tema nos abriria tantas portas, mas abriu, afinal estamos aqui! A Friday achou nosso blog por aí e gostou. Sendo assim, nos chamou para sermos um de seus colaboradores. Claro, aceitamos! E hoje estamos começando.

 
Os responsáveis pela coluna são a Mayara Munhós e o Renan Pagliarusi, respectivamente a diretora e o roteirista da produtora. Tentaremos passar aos nossos leitores o máximo de informações e novidades sobre bandas brasileiras que estão surgindo e até aquelas que já estão há um certo tempo na estrada, mas não tem tanto espaço na mídia. Falaremos também sobre seus integrantes, seus estilos de fazer música e também o dia a dia dessas bandas.
Também aceitaremos sugestões de bandas conhecidas por vocês, podem nos enviar via facebook, e-mail ou comentando aqui mesmo no post. Fiquem ai com o nosso contato e até semana que vem!




Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉