O que são heróis, super-heróis, anti-heróis, vigilantes e mutantes? Parte 1

4 set
         E aí pessoal! Hoje este espaço da FRIDAY tem a humilde intenção de explorar um emaranhado de conceitos que foram criados para distinguir ainda mais os personagens de HQs ao longo dos anos. É compreensível que tenham surgido estes subgêneros, afinal de contas, ser original é um princípio básico para quem quer vencer a concorrência. Por isso as origens destes caras são variadas, podendo ser por:

             Mutação Genética
No caso, o exemplo será o dos X-Men. Os “filhos do átomo”, são pessoas que sentem as primeiras manifestações de seus poderes na adolescência, uma ótima metáfora para este período de transformações, diga-se de passagem. O grande responsável por esta sensibilidade foi Chris Claremont, este roteirista pode ser considerado o maior escritor dos X-men, pois por muitos anos tudo que se relacionava aos mutantes passava por suas mãos, sempre explorando preconceito, perseguição, dor e perdas em um grupo cheio de imperfeições, extremamente humanos e sempre divididos entre a ideologia de coexistência proposta pelo professor Xavier e a promessa de supremacia clamada por Erick Lencher, o popular Magneto. 

                                                                    (Jean Grey e Wolverine)

             Magia/ Misticismo

Menos recorrente, temos alguns personagens com origens enraizadas na magia. A Mulher Maravilha tem uma ascendência toda mitológica, ela é a princesa deThemyscira (às vezes chamada de Ilha Paraíso), filha da rainha das amazonas, Hipólita. A mitologia nórdica inspirou Stan Lee na criação de Thor o deus do trovão; um pacto com o capeta foi o ponto de ignição para as histórias do Motoqueiro Fantasma; Constantine já conjurava seus feitiços (antes dos irmãos Winchesters) e encarava com seu charme e desdém os mais variados demônios; assim como Hellboy e seu estilo fanfarrão; destino também da escolhida Witchblade/ Sara Pezzini e seu bracelete mágico. Esbarrar em algo místico também vale, caso do Sr. Destino que encontrou um elmo que o torna um dos mais poderosos feiticeiros da Terra.

                                                                       (Sr. Destino)

              Ciência/Tecnologia

Mais típico dentre as origens, talvez, seja a de heróis que surgiram por causa da ciência. Acidentalmente ou planejado, muitos personagens compartilham esta origem: uma aranha radiativa picou Peter Parker/ Homem Aranha; um soro experimental ampliou em torno de 10 vezes a capacidade física do jovem militar Steve Roger/ Capitão América; uma viagem ao espaço mal sucedida mudou a vida do Quarteto Fantástico; um incidente de laboratório provocado por um relâmpago, estourando frascos de produtos químicos transformou o detetive forense Barry Allen em Flash, o homem mais veloz do mundo. A tecnologia (e dinheiro) também tornou possível a carreira de super-heróis para Bruce Wayne/ Batman, Tony Stark/ Homem de Ferro e Oliver Queen/ Arqueiro Verde. 

          Curiosamente, os heróis vão se adaptando a era em que são publicados (a fim de atender os gostos da turma dos anos 90/2000). Um caso interessante é o do Superman, um grande autor e desenhista chamado John Byrne foi incumbido de tornar-lhe mais atraente ao modernizar as histórias do homem de aço para a geração de leitores dos anos 80, (portanto não estranhem se por acaso se deparar com duas ou mais origens diferentes para um mesmo personagem) e esta dinâmica é uma característica até típica das editoras.
          
          Voltando ao Jonh Byrne, este criativo artista canadense também optou pela ciência ao explicar a origem dos poderes do herói kriptoniano, segundo ele, as células de Clark Kent/ Kal-el sintetizam a energia solar com tamanha eficiência que fariam uma usina nuclear ficar com inveja, ou seja,  se há 70 anos atrás a explicação era uma questão de gravidade diferente entre a Terra e Kripton (algo bem bolado para os anos 30) a nova geração de leitores foi apresentada a toda uma teoria, a genética do Superman era responsável pelos seus dons, algo parecido com o exemplo dos mutantes. O mais legal da história é que uma das duplas mais famosas em termos de criação de quadrinhos era formada pelo Byrne(desenhos) e pelo Chris Claremont, que foi citado lá em cima como um dos grandes nomes entre os autores dos X-men. Acontece que Jonh era também co-roteirista das histórias dos mutantes, este foi um mero exemplo de como os autores levam preferências pessoais quando assinam uma história. 


          Ok, definidas as origens e depois disso tudo, os caras tem que decidir qual direção vão seguir. O altruísmo inicialmente era o caminho moralmente mais correto, o heroísmo foi explorado por muito tempo, desde os primórdios das HQs, e os protagonistas foram ganhando recursos que os tornavam algo mais, algo SUPER. Qualquer vantagem significativa já pode ser usada para definir um personagem como super-herói, caso dos citados Tony Stark e Bruce Wayne, que mesmo humanos, têm recursos que os distinguem de um cidadão comum. 


          Certo, muito bonito isto, mas nem tudo é preto no branco, tem um cinza aí no meio, e nos quadrinhos eles são representados pela iniciativa de levar para as HQs o conceito da figura do Anti-herói, semana que vem a gente da uma aprofundada neste gênero . . . 

          Abraços a todos …

Por: Anselmo Rodrigues
De: Cotia – SP
Email: anselmo@revistafriday.com.br

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

Anúncios

2 Respostas to “O que são heróis, super-heróis, anti-heróis, vigilantes e mutantes? Parte 1”

  1. Jackeline Pain 06/09/2012 às 16:30 #

    Parabéns a matéria ficou Showw, Um Bjo grande Sucesso!!

  2. Anselmo Rodrigues 10/09/2012 às 22:11 #

    Muito obrigado Jacke … fico muito feliz que tenha gostado minha prima linda !!! rs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: