O que são heróis, super-heróis, anti-heróis, vigilantes e mutantes? Parte II

11 set
Conforme o combinado na coluna da semana passada, eis aqui a conclusão do nosso papo: estávamos começando a falar de anti-heróis.
Não sei ao certo qual momento definitivo em que este estilo de personagem surgiu como elemento literário, mas o anti-herói tem evoluído ao longo do tempo, mudando assim como as concepções da sociedade mudaram em relação ao herói, desde os tempos Elizabetanos de Fausto e Falstaff [*] de William Shakespeare (entre os anos 1500 e 1600).


O que define o Anti Herói? Bem, ele é um cara que antes de mais nada te leva a um dilema pessoal, são personagens não inerentemente maus e que, às vezes, até praticam atos moralmente aprováveis. Contudo, algumas vezes é difícil traçar a linha que separa o anti-herói do vilão; no entanto, note-se que o anti-herói, diferente do vilão, sempre obtém aprovação, seja através de seu carisma, seja por meio de seus objetivos muitas vezes justos ou ao menos compreensíveis, o que jamais os torna lícitos. A malandragem, por exemplo, é uma ferramenta tipicamente anti-heroica, assim como a marra, a indiferença, a ironia, o desprezo pelas regras. Eu diria que são personagens muito carismáticos, novamente fugindo um pouco das HQ’s, vou tentar dar um exemplo amplo, atirando em todas as direções e com certeza você verá que curte também um anti-herói. Caras como Vegeta (Dragon Ball Z); Ikki (Cavaleiros do Zodíaco); Kratos (do game God of War), o “carismático” dr, House, trocentos personagens de Clint Eastwood em faroestes, assim como James Dean, que também vestiu bem esta carapuça em sua curta carreira, eles são típicos anti-heróis. Nas HQ’s nem precisamos ir longe para chegar em exemplos como o Justiceiro, o Wolverine, Deadpool, a ninja Elektra (por vezes namorada do Demolidor), para alguns fãs, ainda se encaixam neste perfil personagens como o Batman, Mulher-Gato um Lanterna Verde chamado Guy Gardner, o Lobo (mercenário intergaláctico popular nos anos 90) assim como o Hellboy, Sandman, Spawn, John Constantine, Juiz Dredd dentre outros tantos.


Sobre os Vigilantes, podemos descrevê-los como personagens que podem ou não ser anti-heróis, mas o simples fato de fazer o trabalho da polícia, é uma pratica questionável, pois geralmente não há fiscalização dos atos destas pessoas, elas não respondem a qualquer órgão legal, ou seja, ser super-herói é um ato de vigilantismo, um crime. Quando os autores de HQ’s perceberam esta situação, muitas histórias levaram ao limite personagens como Batman, Demolidor, Homem-Aranha, e principalmente o grupo de super-heróis retratado em Watchmen, um clássico de Alan Moore. 

Agradeço o carinho de quem acompanhou a matéria até aqui. Ufa, obrigado mesmo.
Semana que vem abordaremos os adoráveis, instigantes, imprevisíveis e populares vilões.

Esta nota abaixo é uma dica sobre literatura referente ao comentário que fiz lá em cima, ao citar Shakespeare, nos mostra como o anti-herói está muito próximo de nós mesmos.
Até a próxima.
* Nota: Falstaff ou ‘Jack Falstaff’ é um personagem criado por William Shakespeare e presente em várias de suas peças. É conhecido por ser um notório fanfarrão e boêmio. Em Henrique V, Falstaff é um dos amigos de adolescência do rei que, após a ascensão de Henrique ao trono, acaba sendo desrespeitado e abandonado pelo rei, assim triste e abatido morre numa taverna junto a antigos amigos. Em suma um sujeito bacana pra caramba.


Por: Anselmo Rodrigues
De: Cotia – SP
Email: anselmo@revistafriday.com.br

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: