Arquivo | A Família Addams RSS feed for this section

Pra Quem É Addams… ♪

8 ago

E esta semana vamos falar de um dos meus preferidos! Um musical que além de ter músicas ótimas, te faz rir do começo ao fim e ainda está em cartaz aqui no Brasil! Vou comentar sobre A Família Addams.



            O show é baseado nos personagens de Charles Addams e traz Gomez, Mortícia, Vandinha, Feioso, Tio Chico, Vovó, Tropeço e ainda conta com participações breves da Mãozinha e do Primo It. Esta foi a primeira produção on stage com os Addams, fazendo com que todas as músicas e suas letras e melodias fossem construídas do zero, o que Andrew Lippa fez com perfeição. O musical se apresentou pela primeira vez na Broadway em abril de 2010 e as apresentações foram encerradas no dia 31 de dezembro de 2011, totalizando apenas 725 performances.
            O musical de A Família Addams segue a mesma linhagem do desenho, mostrando as estranhezas dessa família nada comum. Eles deixam claro logo de início que família para eles é sagrada (É família no começo, família no meio e família até o fim – When You’re An Addams). Acontece que Vandinha, acaba por se interessar por alguém completamente diferente dela: alguém normal. Esse romance acaba virando algo mais sério e Lucas Beineke, o namorado de Vandinha, decide que quer se casar. Confiando este segredo apenas a Gomez, ela planeja um jantar para fazer com que as famílias se conheçam e se entendam, mas espera que seja um jantar, pela primeira vez na história dos Addams, normal (Eles são pessoas normais, não são como nós. Por favor, podemos ser uma família normal? Uma noite normal é tudo o que eu preciso, tudo o que eu quero de vocês – One Normal Night). Acontece que Lucas também tem problemas com sua família e também implora para que eles sejam normais, ao menos uma vez (Por favor, não me envergonhem e nem sejam rudes, não façam comentários maldosos sobre a casa e nem sobre a comida. Uma noite normal, sei que é difícil, mas é por mim! – One Normal Night). As duas famílias entram em desespero quando descobrem sobre o casamento (Vandinha: Desculpe-me senhor Beineke, mas Lucas não voltará para o interior com vocês. | Sr. Beineke: Por que não? | Vandinha: Por que Lucas e eu vamos nos casar! Sr. Beineke para Lucas: Se você se casar com ela, te deserdo! – Introdução de Full Disclosure part.2) e em especial Feioso, pois pensa que perderá o “carinho” de sua irmã (Eu poderia colocar fogo no meu cabelo sozinho ou até queimar a mim mesmo com um maçarico, mas vamos encarar os fatos, sem ela, nada seria o mesmo.– What If). Enquanto isso, Gomez e Mortícia vivem uma crise no casamento, quando a esposa descobre que ele mentiu somente para encobrir Vandinha e, assim, Gomez tenta reconquistar a amada (Tão brilhante quanto possamos ser, se você pegar em minha mão, aí sim poderemos viver antes de morrer – Let’s Live Before We Die). E paralelamente a tudo isso, Mal e Alice Beineke, os pais de Lucas, passam a colocar os pingos nos is para tentar resgatar os bons tempos de seu casamento (Enquanto uma mulher espera na escuridão por uma faísca que um dia já esteve aqui, mas não está mais… Ela senta sozinha e espera, espera, espera – Waiting). Assim Vandinha e Lucas têm de enfrentar diversos problemas para tentarem viver esse estranho amor, enquanto as duas famílias tentam se adaptar a uma nova realidade.
            Em março de 2012, veio a estreia da versão brasileira deste musical, se tornando a primeira montagem internacional do espetáculo – ponto para o Brasilsilsil! No nosso elenco, contamos com Marisa Orth como Mortícia, Daniel Boaventura (eu já disse o quanto amo a voz dele?) como Gomez, Laura Lobo como Vandinha, Nicholas Torres (isso mesmo, o Jaime de Carrossel) como Feioso, Cláudio Galvan como Tio Chico, Iná de Carvalho como a Vovó e Rogério Guedes como Tropeço. Temos também Beto Sargentelli (outro que tem uma voz maravilhosa) como Lucas Beineke, Paula Capovilla como Alice Beineke e Wellington Nogueira como Mal Beineke.
            Para encerrar o resuminho sobre o espetáculo, deixo com vocês o link da abertura, uma música fantástica que eu realmente gosto bastante:



Dica de Hoje

A dica de hoje vai para você que curte peças infantis. O nome da peça é Alice no País das Maravilhas e eu sei que você conhece essa história.


A montagem está em cartaz no Teatro Folha, que fica no Shopping Pátio Higienópolis (dá uns dez minutos da estação Marechal Deodoro). A peça conta a história de Alice, uma menina que mora num prédio de uma grande metrópole e só queria alguém para brincar. Ela usa o contêiner de seu prédio como portal para o lugar que ela chama de Jardim das Maravilhas. O espetáculo apresenta as super atrizes Paula Flaiban, Helena Cerello eAdriana Telg, que, sozinhas, dão vida a 24 personagens, tais como a Rainha de Copas, o Coelho, o Chapeleiro Louco, um cogumelo dançante, um cachorro gigante e, obviamente, Alice. As apresentações acorrem todos os sábados e domingos às 16h e os ingressos variam de R$15 a R$30. Eu assisti e achei o máximo, ri demais. Corre gente!


Por: Ana Paula Cadamuro
De: São Paulo – SP
Email: anapaula@revistafriday.com.br

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉