Arquivo | A Sombra do Vento RSS feed for this section

Resenha: A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón

23 jul

Carlos Ruiz Zafón é um escritor espanhol que iniciou sua carreira escrevendo roteiros em Los Angeles antes de fazer sucesso com livros infanto-juvenis como O Príncipe da Névoa e outros títulos.  Záfon atingiu fama mundial com seu primeiro romance adulto A Sombra do Vento que foi traduzido para mais de 30 idiomas e publicado em mais de 45 países tornando-se um dos mais bem sucedidos escritores da atualidade.
            O livro se passa em Barcelona no ano de 1945. Daniel Sempere, um menino de quase 11 anos, é levado por seu pai para conhecer O Cemitério de Livros Esquecidos, uma espécie de biblioteca misteriosa localizada nas entranhas da cidade e que recebe livros que foram abandonados pelo mundo. Para Daniel, filho e neto de livreiros de tradição, estar em um lugar como esse por mais labiríntico que seja é um paraíso e é lá que ele descobre em uma das milhares de prateleiras um exemplar abandonado de A Sombra do Vento de um autor desconhecido chamado Julian Carax.
            Daniel se encanta com o livro e procura de todas as formas encontrar alguma informação sobre o autor e suas outras obras. Entretanto, tudo que envolve Julian Carax é cercado de mistério. Não há nenhuma informação sobre seu passado e seu atual paradeiro é desconhecido. Daniel descobre apenas que o seu exemplar de A Sombra do Vento é um dos poucos existentes no mundo pois há alguém que se dedica a queimar todos os livros de Carax. Essa pessoa sabe que Daniel está com livro e vai fazer de tudo para consegui-lo.
             Em A Sombra do Vento, Zafón consegue nos transportar para dentro da Barcelona pós guerra civil espanhola. Mas mesmo que dê pra sentir toda a tristeza e as marcas deixadas pela guerra, o estilo do autor consegue descrever a cidade de maneira bela e até poética. Durante a leitura, podemos conhecer Barcelona em detalhes tendo Daniel como nosso guia turístico particular. É praticamente impossível não querer conhecer a cidade após ler essa obra.
            Entretanto, o que mais torna o livro realmente inesquecível são seus personagens incrivelmente bem construídos. Cada um deles tem suas peculiaridades e são descritos de maneira a fazer com que o leitor queira saber mais sobre ele do que é mostrado na historia. Além disso, são personagens bem humanizados. Cada um deles tem seus defeitos, qualidades e nem sempre têm as reações que esperamos. O que desperta mais simpatia com certeza é Fermin Romero de Torres, o grande amigo de Daniel e funcionário da livraria. Com seu enorme carisma e sua língua afiada, Fermin rende os momentos mais cômicos e muitos dos momentos emocionantes.
            Já leu a Sombra do Vento? Pois bem. Zafón escreveu uma espécie de trilogia sendo os outros integrantes O Jogo do Anjo publicado em 2008 e O Prisioneiro do Céu publicado nesse ano. Apesar de serem historias independentes e poderem ser lidos em qualquer ordem, esses três livros estão inseridos no universo da livraria dos Sempere e do Cemitério dos Livros Esquecidos. Se já leu todos esses, leia Marina também do Zafón mas sendo esse um romance para o publico infanto-juvenil e é belíssimo.
Recomendação pessoal: É mais legal ler na ordem cronológica. O Jogo do Anjo se passa algumas décadas antes do nascimento do Daniel. Assim, O Jogo do Anjo -> A Sombra do Vento -> O Prisioneiro do Céu. Mas vocês escolhem, ok?)
           
Título: A Sombra do Vento (La Sombra Del Viento)
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de Letras
Ano da primeira 1ª edição: 2004
Número de páginas: 400 

Por: Virgínia Fróes
De: Natal – RNEmail: virginia@revistafriday.com.br 

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉