Arquivo | doces ou travessuras RSS feed for this section

Conexão Dublin: o tão esperado Halloween

1 nov
Halloween no trabalho: sábado à noite, final de expediente
Nem acredito que o Halloween já passou! Parece que nem deu para aproveitar… Na verdade, aproveitei ao máximo, mas queria muito mais sabe? 

Como disse no post anterior, o Halloween começou desde sexta-feira, dia 26. No meu trabalho, por exemplo, bombou de fantasias criativas. Nem senti a hora passar naquele dia de tão corrido que estava. O que me deixou muito feliz pois nós do pub combinamos de trabalharmos fantasiados no sábado. Tinha comprado minha fantasia do Beetlejuice semanas atrás, mas não queria usá-la no pub pois o vestido era um pouco curto. Acabei comprando uma fantasia baratíssima e confortável de pirata. No começo do trabalho estava assim:


Como não tinha aquela maquiagem especial para o Halloween, acabei improvisando com meu corretivo, lápis preto e batom forte. Quem não tem dinheiro, conta história, não é? 


Chegando ao trabalho, dou de cara com outra pirata, uma das funcionárias. E, ao contrário do que muitas mulheres fazem – birra, fecham a cara, ficam p* da vida por ter outra pessoa com a mesma roupa – chamei a menina que estava com o mesmo tema que o meu para bater uma foto e ainda falei: “achei minha irmã gêmea aqui em Dublin”! Sim, tirei uma onda! Não sei pra que tanto estresse por besteiras como esta!


Resumo de sábado: gorjeta boa, noite engraçada no trabalho e lentes de contato no lixo – chegou uma hora que incomodou demais. Mas beleza, o domingo prometia MUITO MAIS!!!

Como não ia trabalhar no domingão – e nem sabia quais os dias da próxima semana que ia trabalhar, inclusive na quarta-feira de Halloween – decidi curtir o dia com minha flatemate Nadia nas ruas do Temple Bar – famosa rua de Dublin por causa dos bares. E dessa vez vestida de Beetlejuice.


Estava com vergonha no começo, pois sentia que minha peruca chegava primeiro que eu nos lugares. Mas depois que entramos na casa noturna The Buskers fiquei mais tranquila e aliviada. A maioria que estava lá foi fantasiada. Me senti em casa depois de uma dose de tequila e uma pint de Heineken – copo de 500 ml. No meio da festa, recebo uma mensagem dizendo que iria trabalhar na segunda, quarta e quinta-feira. Ou seja, meu esquema para o dia 31 de Outubro foi por água abaixo. Foi ai que falei: “garçom, me vê mais uma heineken”!

Olha ai as figuras que encontramos na baladinha:

Versão feminina do Edward – Mãos de tesoura

Buzz Lightyear entrando em ação

Chucky – o boneco assassino (e bêbado também)

Bumblebee e Optimus Prime (Transformers) na dança do robozinho

Samara falando pessoalmente que tenho apenas 7 dias

Banana de Pijama – acho que era o B1

Freddy Krueger brasileiro depois de bater aquele rango
No dia mesmo do Halloween, ontem, entrei no trabalho às 18 horas. E, o que parecia calmo acabou rendendo boas risadas e ótimo movimento para o pub. Tivemos uma festa de aniversário e cerca de 20 lugares reservados. Como estava no meio do trabalho, não pude tirar muitas fotos, mas teve um indivíduo que chamou minha atenção. Aliás, não só minha, mas de todos que trabalhavam no The Barge. Dá uma olhada nisso:

Salva vidas brasileira: sem comentários
Cheguei de lado nesse cara e falei: posso tirar uma foto sua? Sabe como é, sou brasileira… Ele olhou pra mim e deu risada. Perguntou como ele estava, falei que estava quase lá. Sempre que esbarrava com ele, ele brincava comigo. Foi algo bem engraçado. Assim que tirei a foto, mostrei para quem trabalhava e demos ótimas gargalhadas. Ontem também teve outras fantasias legais como Jack Sparrow – uma das melhores – e até Jesus Cristo com sua cruz. Fico devendo essas fotos… =/

Outra coisa que vi e me deixou maravilhada foi as crianças batendo de porta em porta pedindo doces. Tá ai uma coisa simples e que mexeu comigo. Sabe quando você só vê tal cena nos filmes e não tem ideia de como é na realidade? Pois é, foi algo que me emocionou e me fez rir durante um percurso até o trabalho. Vi cerca de 7 pequeninos fantasiados e acompanhados com suas mães pulando de alegria para a próxima porta. A saocolinha que eles segurava pareciam estar gordinhas de guloseimas. Queria muito ter me juntado no grupo, mas meu trabalho me chamava… 

Posso dizer que o Halloween foi exatamente do jeito que eu esperava: alegre, divertido, um pouco assustador e com direito até a tímidos fogos de artifício. Espero estar aqui no próximo…

Por: Mariana Perez
De: Dublin – Ireland
Email: mariana@revistafriday.com.br

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉