Arquivo | frio RSS feed for this section

Conexão Dublin: Vamos patinar no gelo?

23 nov
Momento da foto: cuidado pra não escorregar!!!
Logo no começo da semana, descobri que eu e meus flatemates iríamos patinar no gelo na quinta-feira. Não pensei duas vezes e já aceitei o desafio – mesmo não tendo patinado antes. Aliás, a experiência mais próxima que tive foi com meus patins no Parque do Ibirapuera. Então pensei “deve ser igual” – em tese apenas, porque na teoria…

O I-Skate fica no local de eventos RDS, em Ballsbridge, Dublin 4. Chegamos para a primeira sessão, às 15h10. Pagamos 12 euros para patinar durante 1 hora, mas como demos sorte e a pista estava praticamente vazia, o monitor nos deixou ficar o tempo que quiséssemos. Estávamos em um grupo de 9 pessoas + outros 4 visitantes. Conseguimos aproveitar bastante nosso tempo lá!


Chegamos meu povo!!!
Assim que colocamos os patins, a primeira pista foi aberta. Levando o nome da Disney, a primeira parte é reservada para as crianças. Para ajudar os pequeninos a se equilibrarem, a pista possui pequenos apoios em formato de pinguim e foca. E é lógico que não passamos em branco!

Logo após uma corrida de focas

Todos congelando com as focas e pinguins

Ps: ele não parece aquele desenho Pingu, que passava na TV Cultura?
Após o aquecimento na área das crianças, fomos convidados a patinar na pista maior, para adultos. Confesso que tremi na base, mas já que estava ali mesmo… Primeiro que era gelo de verdade, não aqueles plásticos ou imitação barata, sabe? Congelei de frio e de medo. Acho que, de todo meu tempo patinando, 85% fiquei perto da borda. E o medo de cair e me esborrachar toda? No início, fui com o pensamento que “estarei no gelo, qualquer coisa, já fico por lá mesmo”, mas me falaram que se ficar muito tempo em contato direto, o gelo também queima. “Pronto, to f*****!”.

Que frio da bexigaaa!!!! haha
Poxa, mandava até que bem no patins – não precisava ficar escorada em nenhuma parede para andar – mas no gelo, as coisas foram bem diferentes. Nunca amei tanto a palavra “quase” no quesito queda no gelo! Devo ter sambado umas 8 vezes para não cair, ao contrário dos meus amigos que vira e mexe esborrachavam no chão. Sim, não aguentava e ria dos tombos gigantes. Mas também, eles mandavam bem no equilíbrio. 

Deve ter doído!

Aquecimento para pegar o jeito!

Fazendo pose, claro!
Saímos de lá umas 17 horas e mega cansados. Meus pés doíam demais e só conseguia pensar em um banho mega quente. Posso dizer que foram 12 euros muito bem utilizados. Pretendo voltar em breve, mas desta vez, para esborrachar no gelo! Afinal, voltei para casa sentindo falta disso! Patinar também me fez pensar no frio que estão falando, -20ºC, e em comprar um blusão bem mais grosso! É meus caros, não está fácil para ninguém! haha

Fotos: Romaric Pouliquen – o francês abrasileirado
            Mariana Perez – a brasileira irlandesada


Por: Mariana Perez

De: Dublin – Ireland
Email: mariana@revistafriday.com.br

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉