Arquivo | Ken Kesey RSS feed for this section

RESENHA: Um Estranho no Ninho – Ken Kesey

16 jan

            Ken Kesey é um escritor americano nascido em 1935 no estado do Colorado.  A sua obra mais famosa, Um Estranho no Ninho, é um clássico da contracultura dos anos 60 e foi inspirado nas experiências do autor como pesquisador em um centro psiquiátrico para veteranos de guerra.
O livro conta a história de R.P. McMurphy, que é preso e para escapar da cadeia, finge-se de louco e acaba por ser internado em um hospital psiquiátrico, acreditando que lá as coisas serão mais fáceis. Entretanto, ele descobre que os internos são controlados e reprimidos de maneiras terríveis.  Por se rebelar e tentar melhoras as coisas dentro do hospital, McMurphy se torna o ídolo de seus companheiros, mas acaba por atrair também a inimizade da opressora enfermeira Ratched.
            O livro tem a sua historia em primeira pessoa, contada pelo Chefe um índio que é um dos pacientes da instituição. É a partir de seus pensamentos e opiniões que se pode ver como realmente é o hospital e seus funcionários, incluindo a temida enfermeira-chefe.   O hospital nada mais é que uma miniatura da sociedade exterior a ele. Lá dentro, os diferentes e os mais fracos são oprimidos por uma força superior que os comanda. Suas individualidades são massacradas para que a “ordem” seja estabelecida.

“(…) Tudo aquilo que deveria ser normalizado para que o sistema social pudesse se reproduzir com indivíduos conformistas e obedientes”.

Eis que surge então o rebelde, personificado em McMurphy que se torna uma ameaça para a ordem estabelecida.  É ele quem mostra a realidade. Ele quem diz o que está errado com o sistema quem que esses indivíduos vivem. E é ele quem os inspira. Os faz passar a ter mais liberdade e coragem.  Esse rebelde é quem representam uma ameaça à sociedade e aos interesses dos que tem poder. E é por isso que a enfermeira Ratched se torna inimiga declarada de McMurphy.

            Para refletir. Para pensar. Para contestar. Um Estranho no Ninho foi considerado um dos livros percussores do movimento da contracultura e ele nos faz refletir sobre qual a verdadeira face da loucura e se a sociedade em que estamos inseridos realmente nos respeita.Mas, mesmo que McMurphy muitas vezes tenha um comportamento repreensível,  podemos nos inspirar nele para lutar pelo que acreditamos ser o certo e contra o que nos oprime.

Recomendação pessoal:
Um Estranho No Ninho, filme de 1975, dirigido por Milos Forman e estrelado por Jack Nicholson. Excelente adaptação da obra de Ken Kesey, o filme foi vencedor de 5 Oscars incluindo Melhor Filme. 

Por: Virgínia
De: Natal – RN
Email: virginia@revistafriday.com.br

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉