Arquivo | Retrospectivas RSS feed for this section

Retrospectiva Da Internet 2012™

27 dez
O ano que o mundo ia acabar mas não acabou vai acabar! Mas como o World Wide Web nunca termina, começa agora a Retrospectiva Da Internet 2012™, é com você Chapelin.




Para noooooooooooossa alegria 2012 está terminando, né Suelen? 2012 foi um ano cheio de memes, menes e amores na internet. Tanta coisa para se falar, só de fazer essa foto ali em cima que está escrito retrospectiva 2012 e tem a Carolina Dieckman bem grande, viram a foto? Ah, ok, foi muito cansativo inclusive ficar recortando essa gente toda e colocando ali,  sabe, precisava desabafar com alguém, fora as Spice Girls nas Olimpíadas que não couberam (está na hora de fazer uma regime garotas).




O ano mal começou e a Luíza não pode ver uma garota sendo “estuprada” no BBB porque estava no Canadá! Vê se pode isso? Perder um estupro na TV aberta, que foi comentado em todas as redes sociais, não tem intercâmbio para a lua que pague isso. Inclusive, ao meu ver, nunca a internet e a televisão estiveram tão juntas, tão interligadas. 

Avenida Brasil foi um dos tópicos mais procurados do Google no mundo todo, quem não fez o seu avatar congelado? Até GIRL BAND de empregadas o nossa grande amiga Emissora Rede Glogo emplacou, quem não levava vida de empreguete se empolgou e começou a pegar as 7.  O sbt hitou com a pegadinha da menina no elevador, quem não viu?


Pessoas reconhecidas na internet também foram parar na televisão.
(Não conta no programa da Eliana)

Família Para Nossa Alegria: Deram entrevista para quase todas as emissoras, hoje em dia estão louvando o Sr.


Gina Indelicada: Nunca a internet ficou tão indignada com o reconhecimento de alguém, alguns chamaram de recalque, MAS GENTE QUERER COMPARAR UM CARA QUE KIBA COM WASHINGTON OLIVETTO É DEMAIS.

Diário de Classe: Sou fã incondicional de Isadora Faber, a cagueta responsável social mais famosa da internet, hoje em dia a menina até sofre com toda essa fama, mas vamoas aguardar novidades no caso, né? Vamos esperar para ver se ela vira Lindsay Lohan ou Deputada. 

Falando em deputada a campanha política para prefeito de José Serra foi FANTÁSTICA, quantas fotos, quantos momentos, quanto amor, quantos beijos, quantos abraços, quantas caras. Praticamente uma Britney no Xfactor só que mais popular  e mais calvo. 



E o furacão Sandy Codinome Nana Gouvêa? MELHOR MEME DE 2012 COM CERTEZA! Ela virou sinônimo de desastre, com direto a tumblr e tudo. Vale lembrar com essa foto da Nana com Romney que nunca na história das internets um político teve tanta aceitação como Obama, ajudando a conseguir votos do público jovem e consequentemente puxando a família americana toda influenciada pelo filho obeso sedentário que fica na frente do computador compartilhando 9GAG. 


2012 também foi o ano da MOTHER MONSTER vir ao Brasil e engordar, gente ela engordou sim, eu também, vocês sabiam que a população de obesos está crescendo? Não nos culpem. Eu, vocês e Lady Gaga apenas estamos desfrutando de ums dos melhores prazeres da vida que é comer (ALGUNS CASOS COMER COM AQUELA  _\|/_LARICA _\|/_, né Gaga?). A fila do show dela pode ser por horas debatidas mas vou me limitar a 4 palavras: Menino de Vestido Azul.

Se você é do tipo Saradona e  não é como nós obesos mórbidos, lhes apresento uma das maiores revelações da internet no ano de 2012 onde o recalque de vocês bate nas 10 séries de agachamento de bumbum e volta: BIANCA ANCHIETA. Para ficar famosa na internet vocês já sabem né garotas, ou você é gostosona, ou você transa com o namorado e tira fotos para ele depois postar quando vocês terminarem (Karina Veiga) ou então se você quiser simplesmente CAUSAR 50 tons de inveja, você já é famosa e vazam fotos suas nua em pelo (Carolina Dieckman), ou então leiloa a virgindade (HAHAHAHAHA, VOCÊS VIRGENS, HAHAHAHA), quem sabe você não perde o seu amor na balada também e sai procurando na rede como se não houvesse vergonha na cara. (Alguém tem aquele celular?)

Vale lembrar também que se você for bonito, está permitido virar mendigo e se você não é tão favorecida de beleza, está permitido ser filha do Justus. Caso você seja a XUXA, pinte o cabelo e se for a Sonia Abrão, tire uma foto de maiô. Na ultima das hipóteses pode ir para a Baleia.


Ficar lembrando de 2012 me deixou que nem a HEBE, mortinho. 

QUE 2013 SEJA UM ANO DE MUITOS LIKES, MUITOS SHARES, MUITOS RTS, MUITOS FAVS, MUITOS CORAÇÃOZINHOS NO INSTAGRAM.

ALO ALO VCS SABEM QUEM SOU? 2013! VOCÊS JÁ ME CONHECEM PELO CALENDÁRIO, NÉ?


Por: Cassiano Brezolla
De: Caxias do Sul – Rio Grande do Sul
Email: contato@revistafriday.com.br

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

FanSérie: Glee – Retrospectivas Parte 1

25 ago

Olá galera, como estão vocês?! Como todos bem sabem Glee está em hiatus e só irá voltar no dia 13 de Setembro com o episódio “The New Rachel”. Essa nova temporada vai contar com a entrada de novos personagens, como por exemplo Jake Puckerman, que será o irmão mais novo de Puck, e Brody Weston, que deve ser o novo interesse amoroso de Rachel. Além das participações especiais de Kate Hudson e Sarah Jéssica Parker e um novo episódio de tributo à Britney Spears. Mas enquanto isso não acontece o FanSérie fará algumas retrospectivas de performances da série com a ajuda de alguns fãs e nessa primeira semana teremos uma lista com as 10 melhores apresentações da Season 3.

10. Fighter (by Christina Aguilera) cantada por Blaine.
“É uma daquelas músicas que caem tão bem na voz do Darren Criss. Desde a sua estréia na série cantando “Teenage Dream”, fomos presenteados com algumas dessas performances e, certamente, essa está entre as melhores.”

 

9. Paradise by the dashboard light (by Meatloaf) cantada por New Directions.
“É o motivo do New Directions ter ganho as Nacionais desse ano. É uma música antiga e desconhecida que graças a performance de Glee você vai atrás e não se arrepende. Ela mostra porque Lea é insubstituível.”

 

8. Without you (David Guetta ft. Usher) cantada por Rachel.
“É um daqueles solos que já foram abundantes e nos dias de hoje, devido ao elenco grande e cheio de talentos diminuíram, mas quando vêm são apreciados.”
 



7. You get what you give (by New Radicals) cantada por New Directions.
“É um daqueles one hit wonder que todo mundo ama e que, ao ganhar uma interpretação com os veteranos de Glee em cima de agradecimentos e despedida, se torna uma das melhores apresentações da temporada.”




6. It’s not right but it’s okay (by Whitney Houston) cantada por Blaine.
“Cai na mesma idéia de “Fighter” e sem dúvida foi o destaque do episódio tributo à Whitney Houston. Até então nunca tínhamos visto o Darren tão bonito e cheio de energia. Vale a pena ver o vídeo.”



5. Tongue tied (by GROUPLOVE) cantada por New Directions.
É cantada por praticamente todos do elenco em uma cena marcante e bonita após a vitória nas Nacionais. (E particularmente me apresentando uma das bandas mais legais e bonitas que descobri esse ano, o GROUPLOVE)

4. Smooth Criminal (by Michael Jackson) cantada por Santana e Sebastian.
“Essa música entra no hall de duetos perfeitos com a estrela crescente Naya Rivera junto com Grant Gustin em mais um tributo, só que esse em homenagem a Michael Jackson.”



3. Rumor has it / Someone like you (Adele) cantada por The Troubletones.
“Esse mash-up da Adele deu o que falar e foi uma grande apresentação das Troubletones, que foi o auge da primeira parte dessa temporada e deu o devido destaque aos dramas familiares da personagem Santana e mostrando seu lado mais sensível.”


Nota: não encontrei a versão original do vídeo sem essa aceleração estranha.

2. We are young (by Fun ft. Janelle Monáe) cantada por New Directions.
“É uma das músicas com mais cara de Glee. Foi cantada por quase todos unindo de novo o New Directions e fazendo todos cantarem um dos maiores hits de 2012.”



1. Shake it out (by Florence and The Machine) cantada por Mercedes, Santana e Tina.

“É o momento mais girl power de toda a temporada com uma apresentação crua e mais despretensiosa de uma das cantoras da nova geração. A música agradou até os amigos que não são fãs da série. Foi um momento emocionante e com um tema importante por trás. Mais uma vez o destaque às Troubletones que deixaram sua marca nessa terceira temporada.”

O Diego Gonçalves (@moDerninho) foi quem escolheu e justificou a lista dessa semana.

Por: Renan Amorim
De: Diadema-SP
Email: renan@revistafriday.com.br

Você já curtiu a Revista FRIDAY no Facebook? faça como eles 😉

MUSEU: Top 5 das músicas de 1999

13 fev

Depois de uma semana fora, estou aqui de volta para o último post da série MUSEU, onde nós mostramos um pouco das músicas que foram sucesso na década de 90. E para terminar, veremos as músicas que tiveram maior destaque em 1999, ano em que a seleção feminina de vôlei conquistou o terceiro título dos Jogos Pan-Americanos, ano em que a saudosa Rede Manchete saiu do ar e deu lugar à RedeTV! e também o ano de retorno da banda Iron Maiden aos palcos.
5º lugar – …Baby One More Time (Britney Spears)
A princesinha do pop, como ficou conhecida a cantora Britney Spears, lançou seu primeiro álbum e mostrou para que veio vendendo mais de 25 milhões de cópias por todo o mundo.
4º lugar – Believe (Cher)
Essa música faz parte do 23º álbum da carreira de Cher, que passou por altos e baixos durante a década de 90 e mesmo assim conseguiu dar a volta por cima e ganhou o prêmio de Melhor Gravação Dance com Believe, no Grammy daquele ano.
3º lugar – Gennie in a Bottle (Christina Aguilera)
Assim como Britney Spears, fez sua estreia no cenário musical naquele ano e ganhou o prêmio de Artista Revelação no Grammy.
2º lugar – Livin’ la Vida Loca (Ricky Martin)
Ex-integrante da extinta boy band Menudo, Ricky Martin partiu em carreira solo em 1993 e desde então passou a se tornar cada vez mais conhecido em todo mundo, chegando inclusive a gravar a canção tema da Copa de 1998.
1º lugar – Smooth (Santana & Rob Thomas)
O guitarrista Santana ficou muito conhecido na década de 60 durante o Festival de Woodstock e, junto com Rob Thomas, vocalista do Matchbox Twenty, recebeu três prêmios Grammy pelo seu álbum Supernatural.

MUSEU: Top 5 das músicas de 1998

30 jan

Dando continuidade a viagem pelo museu da música, estamos quase no final dos anos 90 e hoje eu venho aqui para falar de 1998, ano em que Fernando Henrique Cardoso se reelegeu como Presidente do Brasil, ano em que a Google surgiu para o mundo, ano do falecimento do cantor Tim Maia e também o ano em que o Brasil conquista do tri-campeonato do Grand Prix feminino de Vôlei.
5º lugar – Gettin’ jiggy wit it (Will Smith)
Essa música fez parte do álbum de estréia do ator/cantor norte-americano Will Smith entitulado “Big willie style”.


4º lugar – I don’t want to miss thing (Aerosmith)
Essa música foi trilha do famoso filme Armageddon, que contava em seu elenco com a participação de Liv Tyler, filha do vocalista do Aerosmith.
3º lugar – I’m your angel (R. Kelly & Celine Dion)
Responsável pela produção de vários álbuns e canções para trilhas sonoras, R. Kelly alcançou a 3ª colocação do Top 5 graças a sua parceria com Celine Dion, que ficou em primeiro lugar durante 33 dias na parada da Billboard.
2º lugar – Too close (Next)
Essa foi a música de maior sucesso do grupo de R&B, se mantendo no primeiro lugar da Billboard por 37 dias.
1º lugar – The boy is mine (Brandy & Monica)
Disparada como a música que mais tempo ficou no topo da Billboard em 1998, essa música conta a história de duas mulheres que disputam o mesmo homem e foi inspirada em um dueto de Paul McCartney com Michael Jackson “The girl is mine“, sendo interpretada anos mais tarde em um dos episódios da famosa série de comédia Glee.

MUSEU: Top 5 das músicas de 1997

23 jan

Olha eu por aqui mais uma vez para mostrar as músicas que foram sucesso na década de 90. Ano que ficou marcado pelo lançamento do primeiro livro da saga de Harry Potter, lançamento do filme “Titanic” vencedor de 11 Oscar no ano seguinte e também pela título conquistado pelo Cruzeiro na Copa Libertadores da América.
5º lugar – Wannabe
Escolhido pela MTV como melhor clipe de música pop dos anos 90, Wannabe é uma das músicas mais conhecidas do grupo britânico.
4º lugar – Can’t nobody home down (Puff Daddy & Ma$e)
Conhecido pelas constantes mudanças de nome, Puff Daddy, que também é conhecido como Diddy, P. Diddy e Puffy foi indicado ao Grammy como Melhor Performance de Rap por uma Dupla ou Grupo com essa música.
3º lugar – Un-break my heart (Toni Braxton)
Com um sucesso que começou no final do ano de 1996, essa música da Toni Braxton com certeza é a sua marca registrada e ganhou várias versões remixadas ao longo desses anos.
2º lugar – I’ll be missing you (Puff Daddy e Faith Evans com 112)
Mais uma música de Puff Daddy a alcançar o primeiro lugar na Billboard. Ela foi composta como uma homenagem a Notorious B.I.G e usa o sampler de uma música do The Police chamada “Every breath you take”.
1º lugar – Candle in the wind 1997 (Elton John)
Escolhido como cantor solo de maior sucesso da história da música pela Billboard, Elton John reformulou essa música em homenagem póstuma a sua amiga Princesa Diana. Ele a cantou em público pela primeira e última vez durante o funeral da princesa de Gales em setembro de 1997.

MUSEU: Top 5 das músicas de 1996

16 jan

Dando continuidade ao nosso passeio pelo MUSEU da música, hoje eu estou de volta para mostrar as música de 1996, ano da primeira participação do vôlei de praia nos Jogos Olímpicos com direito a medalha de ouro e prata no feminino, ano em que Bill Clinton se reelege como presidente dos EUA, e também o ano em que os Mamonas Assassinas morreram em um acidente aéreo na Serra da Cantareira.

5º lugar – How do U want it (2PAC)

Foi lançada no ano de 1996 e fez parte do quarto álbum de estúdio do rapper americano 2PAC, que foi morto naquele mesmo ano após um tiroteio com uma gangue rival.

4ª lugar – Because you loved me (Celine Dion)

Essa música fez parte do álbum “Falling into you” e recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Canção Original como trilha do filme “Íntimo e Pessoal”.

3º lugar – Tha Crossroads (Bone Thugs-n-Harmony)

Mais uma representante do rap norte-americano, a música “Tha Crossroads” ganhou o Grammy pela Melhor Canção de Rap no ano seguinte ao seu lançamento.

2º lugar – One sweet day (Mariah Carey & Boyz II Men)

Pela primeira vez no Top 5, uma música consegue aparecer mais de uma vez entre as melhores. A parceria entre Mariah Carey e Boyz II Men dessa vez chega à 2ª posição graças aos 76 dias que se manteve em primeiro lugar na parada da Billboard.

1º lugar – Macarena [Bayside Boys Mix] (Los del Rio)

Esse foi o único sucesso da dupla espanhola Los del Rio e ganhou mais destaque ainda após ser remixada pelos Bayside Boys Mix e conseguiu superar o recorde de maior tempo em primeiro lugar na Billboard nos 90, que até então pertencia ao Boyz II Men.

MUSEU: Top 5 das músicas de 1995

9 jan

Dando continuidade a nossa viagem no tempo da música, hoje estou aqui para falar um pouco sobre as músicas que ficaram entre as mais tocadas da Billboard em 1995, ano em que Fernando Henrique Cardoso assumiu seu primeiro mandato como Presidente do Brasil, ano também em que a banda Kiss gravou seu álbum acústico tocando com a formação original após muitos anos de separação e por fim a primeira exibição do VMB na MTV.

5º lugar – One sweet day (Mariah Carey & Boyz II Men)

Sempre figurando pelo nosso Top 5, a diva americana Mariah Carey aparece por aqui dessa vez acompanhada pelo quarteto de R&B Boyz II Men.

4º lugar – Have you ever really loved a woman? (Bryan Adams)

Fez parte da trilha sonora do filme “Don Juan DeMarco” e concorreu ao Oscar na categoria de melhor canção original. Além de receber uma versão em português da dupla Chitãozinho & Xororó.

3º lugar – Waterfalls (TLC)

Lançada pela girl band TLC, essa música ganhou 4 prêmios no VMA (premiação da MTV norte-americana): Melhor Vídeo de R&B; Melhor Vídeo de Grupo; Vídeo do Ano; e Escolha da Audiência.

2º lugar – Take a bow (Madonna)

Polêmica como sempre, Madonna teve alguns problemas com grupos ativistas dos direitos animais por acharem que a rainha do pop fez apologia às touradas no videoclipe original dessa música.

1º lugar – Fantasy (Mariah Carey)

Também parte integrante do álbum Daydream de Mariah Carey, essa foi a música que mais tempo ficou em primeiro lugar na parada da Billboard em 1995.

MUSEU: Top 5 das músicas de 1994

2 jan

Eae, pessoal! Mais um ano que passou e eu aqui de volta para dar continuidade ao MUSEU e para falar das músicas que foram sucesso em 1994, um ano marcado pela alegria da conquista do tetra campeonato da seleção brasileira de futebol e pela tristeza da perda de um dos maiores nomes do automobilismo, Ayrton Senna. E também o ano da estreía de “Os Cavaleiros do Zodíaco” na Rede Manchete.
5º lugar – The power of love (Celine Dion)
Essa música, originalmente foi gravada por Laura Branigan em 1987, mas foi na voz de Celine Dion que alcançou o primeiro lugar nas paradas Austrália, do Brasil, de Israel e também da Itália.
4º lugar – The sing (Ace of base)
O Ace of Bass é uma banda sueca que surgiu no início dos anos 90 com uma levada bem pop. E pra quem não sabe, eles têm como fã nada mais, nada menos que a sensação pop do momento Lady Gaga.
3º lugar – Bump ‘n grind (R. Kelly)
A nossa terceira colocação foi lançada no álbum de estréia do cantor norte-americano R. Kelly chamado “12 Play” e figurou na primeira posição da billboard por 41 dias.
2º lugar – I swear (All-4-One)
Mais uma música representando o R&B aqui no MUSEU. Essa música fez tanto sucesso na gringa que aqui no Brasil ganhou uma versão gravada pela dupla Leandro e Leonardo.

1º lugar – I’ll make love to you (Boyz II Men)

E para fechar o primeiro Top 5 do ano, temos “I’ll make love to you”, que ficou em primeiro lugar por 97 dias superando “End of the road” (89 dias), que também foi gravada pelo Boyz II Men e que até então tinha sido a música que mais tempo ficou no topo da billboard na década de 90.

E termina por aqui mais um Top 5 e fica meu desejo de que em 2012 todos possam ter um excelente ano e que possam alcançar todos os seus objetivos. FELIZ ANO NOVO!

Retrospetiv@ 2011 da internet brasileira

28 dez

Veja tudo o que virou assunto durante o ano na internet brasileira separada pelos respectivos meses:

Janeiro
No auge do verão, sempre surge aquela música chiclete e em 2011 não foi diferente…
Fevereiro
Um garoto no zoológico de São Paulo, numa reportagem de Márcio Canuto da rede globo, soltou um bordão que ressoou na internet durante boa parte do ano “Eu não sou cachorro NÃO!”

Março
Talvez o bordão mais falado em todo o território nacional, e internacional uma vez que a personagem eternizada nesse viral não morava no Brasil e deixou um recadinho para algumas pessoas que duvidavam do “luxo” em que a mesma esbanjava na Espanha…
Abril
Para ilustrar as inúmeras polêmicas surgidas nesse ano, que tal lembrarmos de um vídeo bastante polêmico… MAMILOS:

Maio
Nesse mês podemos ilustrar com dois destaques, o primeiro foram duas crianças que deram o que chorar, quer dizer falar…
Descoberta pelo NãoSalvo (um dos blogs mais acessados e repercutidos da internet brasileira) esse festival do interior do nordeste também deu o que falar nas redes sociais, entrou até para os  Trending Topics do twitter:
Junho
Mês marcado pelo espanto de Chico Buarque sobre o poder da internet:
Julho
Uma das músicas mais irritantes e cantadas em todo o território nacional, que faz parte de uma campanha de uma marca de carros surgiu nesse mês:
Agosto
Com vocês a simpaticíssima (que pude conhecer pessoalmente): Lohane Vêkanandre Sthephany Smith Bueno de HA HA HA de Raio Laser bala de Icekiss

Setembro
Um dos assuntos mais falados foi o mega evento Rock in Rio, o que parecia mais uma entrevista de uma famosa ao multishow se tornou um dos memes mais repetidos nesse final de ano… Hoje é dia de retrospectiva, bebê!
Outubro
Vamos destacar três vídeos que bombaram, cada um por um motivo peculiar, o primeiro é o da infeliz piada que rendeu a Rafinha Bastos uma série de notas de repúdio e muita dor de cabeça… 
Após uma invasão no link ao vivo Jornal Hoje, onde  vândalos gritam e derrubam a repórter Monalisa Perrone, Sandra Annenberg, ancora do jornal solta uma frase que bombou nesse ano:
Uma mensagem meiga terminou com um…


Novembro
Crianças sempre brilham, brilham, brilham na internet, em novembro não foi diferente: 
Dezembro
Esse vídeo narra a opinião de diversos usuários do facebook que ficaram descontentes com as mudanças ocorridas nos perfis nesse mês: 
Veja Mais vídeos aqui

Para finalizar, não podia faltar nossa patrona, com vocês Rebecca Black e os vídeos que mais repercutiram na web em 2011, e que em 2012 a retrospectiv@ da Revista FRIDAY esteja mais recheada, um excelente ano a todos!

MUSEU: Top 5 das músicas de 1993

27 dez



Olá, pessoas! Depois de um final de semana com muita farra por conta do Natal, estou aqui mais uma vez para continuar com a nossa visita ao museu da música. E hoje nós vamos falar sobre as músicas mais marcantes de 1993, ano em que Nelson Mandela recebeu o Prêmio Nobel da Paz, ano em que a seleção italiana masculina de vôlei perdeu sua hegemonia na Liga Mundial ao ver o Brasil conquistar seu primeiro título do campeonato e também o ano em que o Papa João Paulo II faz uma visita ao Timor-Leste.


5º lugar – Again (Janet Jackson)

Concorrente ao Oscar naquele ano por conta do filme “Sem medo no coração“, essa música fez parte do álbum de maior sucesso da cantora norte-americana.


4º lugar – I’d Do Anything for Love (But I Won’t Do That) (Meat Loaf)

Sem dúvida alguma o maior sucesso de Meat Loaf (isso mesmo “Bolo de carne) nos anos 90. Essa música chegou a ocupar a primeira posição na Billboard durante 35 dias.


3º lugar – Can’t helping falling love (UB40)

Originalmente lançada como trilha sonora do filme “Blue Hawaii” estrelado pelo rei do rock, Elvis Presley, essa música foi regravada nos anos 90 pela banda britância UB40.


2º lugar – Dreamlover (Mariah Carey)


“Dreamlover” permaneceu no topo da billboard por 56 dias e faz parte do terceiro álbum de estúdio de Mariah Carey, entitulado como “Music Box”, que contém outras músicas de sucesso da cantora como “Hero” e “Without you”.


1º lugar – That’s the way love goes (Janet Jackson)


Essa é a primeira vez aqui no Top 5 que um artista consegue colocar duas músicas entre as mais tocadas do mesmo ano. E com essa primeira posição, Janet Jackson comprova porque esse foi o seu álbum de maior sucesso.

E por aqui vai terminando mais um Top 5 dos anos 90.